Ho'oponopono efetivo, descomplicado e verdadeiro! 9 anos de experiência.

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» MARATONA MUNDIAL DE HO’OPONOPONO – VERSÃO 2017
Sex 29 Set 2017 - 11:14 por Al McAllister

» Sinto muito. Demais!
Qui 13 Out 2016 - 20:40 por Roseli Rodrigues

» Desintoxicação/Catárse/Quimicalização
Seg 26 Set 2016 - 17:26 por Al McAllister

» Ho'oponopono e o não estabelecimento de metas
Ter 30 Ago 2016 - 14:38 por Al McAllister

» O Padrão é Circular...
Dom 14 Ago 2016 - 16:05 por Al McAllister

» Tradução para havaiano
Ter 3 Maio 2016 - 12:13 por Al McAllister

» Iniciando meus estudos
Ter 3 Maio 2016 - 12:01 por Al McAllister

» depoimento
Qua 6 Abr 2016 - 22:15 por Veronica Pereira

» Sobre a escassez
Seg 30 Nov 2015 - 14:17 por Al McAllister

» Novidades 2014
Seg 23 Nov 2015 - 17:40 por Al McAllister

Navegação
Web Site Ho'oponopono

Sessões Virtuais toda terça-feira 21:00 horas, e toda quinta-feira 21:00 horas (horários de Brasília), gratuitas. Acesse a sala virtual clicando neste botão


Reunião virtual Soubem, toda quarta-feira, 21:00 horas - horário de Brasília, gratuita. Acesse através do mesmo botão acima.



Atendimento Particular, escreva para contact@soubemaure.com


Quaisquer dúvidas ou questionamentos escreva para crescent@globo.com







Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Jogos da Mente ou Manifestação do Ser ?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Jogos da Mente ou Manifestação do Ser ? em Seg 20 Out 2014 - 20:23

marcus1970


Há alguns anos venho praticando o ho´oponopono do Portal. Diversas limpezas foram e tem sido feitas em minha vida. A cada dia, a cada agora destes dois anos por aqui, venho me renovando, deixando o Marcus velho, permitindo que o novo surja, com toda a sua força, vigor e realeza divina.
Mas nem tudo são flores. Há como eu gostaria que fossem, (risos).
Uma dificuldade sempre me acompanhou desde que ingressei nas práticas do Portal. Vou tentar explicar sem ser muito "racional" ok?
O Novo sempre se apresenta como algo importante, renovador, diferente, afastado da zona de conforto, libertador.
Mas por diversas vezes após algum tempo de prática, percebi que esse Novo se manifesta como um velho padrão (memória) querendo se passar por novidade.
Posso citar alguns exemplos: um novo carro, um novo negócio, uma nova mulher, uma nova técnica, uma nova casa, uma roupa nova, um novo livro, uma nova palestra, e assim por diante.

Esse incessante Novo mais se parece com distrações mentais do que propriamente como Manifestação do Divino. 

Mas acabo na dúvida, em cima do muro. Porque? Pelos aplausos que percebo quando alguém manifesta que vai mudar para o novo. Alguns posts aqui retratam isso e a pergunta que fica é: Como identificar se esse novo (que se apresenta toda hora pois qualquer coisa, pessoa ou situação) só é nova nos primeiros minutos concordam? Compre um carro agora, nesse exato momento. Assim que sair da concessionária ele deixará de ser novo. E assim por diante.

Mas (risos novamente pela divagação), como perceber se o novo é meramente uma distração mental ou uma manifestação do Ser. Pois a princípio, o novo sempre aparece como algo para o meu bem. E nem sempre é assim.

Grato.



Última edição por marcus1970 em Ter 21 Out 2014 - 13:17, editado 1 vez(es)

Admin


Admin
Olá Marcus, na clareza da Paz do Ser.

Eu no momento entendo da seguinte forma: Tudo é manifestação do Ser, só existe um Poder, e toda manifestação é sempre "nova" - só que pode ser um programa sendo repetido... assim como se repete uma música gravada em um CD. 

Na primeira audição a música é atraente, nova, depois de ouvi-la várias vezes se torna familiar, confortável, mesmo não tendo mais aquele efeito motivacional. Mas toda vez que clicar no botão "play" a manifestação da música é no Agora através daquele dispositivo que estás utilizando. Somos assim também, "instrumentos" de manifestação. A questão que te chama a atenção é que o "instrumento" está com uma limitada biblioteca de músicas , ou pasmem, está tocando somente um "CD"! 

Então TUDO é manifestação utilizando deste Poder Divino. Agora se é algo ruim, sombrio, gerando sofrimento, isso é em função da formação de cada um - e geralmente consequência de trauma, condicionamentos, defesas, medos incutidos, que nos marcaram quando crianças. E é esta "criança" em nós que controla a nossa vida - e suas manifestações! É teimosa, carente, medrosa, birrenta, se afirmando sempre como vítima de alguém, circunstâncias, e afins. Por isso volta e meia fazemos uma sessão para se amar e limpar esta "criança" - que é memória mesmo. Assim ela deixa de ser e você "cresce".

Não "compre" o conceito de "criança interior" tão cultuado e valorizado pela psicologia popular. Sim, "ela" está ali rodando na Mente Subconsciente - que no Ho'oponopono é o Unihipili, mas é para limpar, não ficar fascinado, justificando-a na sua vida. É memória sendo utilizada pelo Unihipili na sua comunicação e expressão, é o program vigente. Ao limpar este program "criança", você neutraliza toda carga de emoção que fixou a sua identificação com "ela", e está livre do seu controle e a imposição de ficar "tocando a mesma música".

Sinceramente, não é fácil, no geral nos processos terapeuticos a pessoa fica no patamar do racional - como você tão bem já consegue perceber devido a sua experiência de vida, com terapias, etc.. Nós não oferecemos soluções, e sim a oportunidade do sentir, é a proposta das sessões e vivências. É através do sentir que você se conhece Ser. Dentro do que fazemos com o Ho'oponopono no Portal transcendemos o apego à análise dos sintomas e categorização através de sistemas e estruturas mentais. Por isso a EFT que fazemos foge da EFT tradicional, que tem o cunho analítico da estrutura racional, intelectualizada, dos seus originadores. Esta EFT no Portal navega e se norteia no espiritual.

No fórum Metas você encontra os recursos, exercícios, vídeos, textos, que auxiliam este se desvendar na Limpeza no Portal. Aqui se aprende através da partilha, pela Limpeza e ressonância do Portal. Mas há uma hora quando se precisa de uma mão, ou até de um "empurrão" - para se dar o passo para o despertar a mais. Eu já passei por isso várias vezes nesta caminhada, e busquei ajuda, tive mentores e mentoras. É o investir em si. É o acordar para o fato de que se pode utilizar do Poder para expressar uma nova "música" através da Inspiração do seu Ser. Primeiro você precisa se permitir esta abertura, sem tentar negociar o como fazer isso com Deus.

Grato por compartilhar, Marcus.



Última edição por Admin em Ter 21 Out 2014 - 10:48, editado 2 vez(es)

http://hooponopono.forumbrasil.net

Admin


Admin
Caro Marcus, vi agora no Atendimento que você marcou uma consulta com a Marcia, isso é muito bom pois vai te chamar para outro ponto de vista, mais arejado, de Limpeza. Depois de alguns dias observando o resultado, quando se sentir apto, compartilhe aqui sua experiência.

Gratidão, na Paz do Ser.

http://hooponopono.forumbrasil.net

marcus1970


Sempre grato pela atenção e retorno. Você tocou no ponto central. A criança interior. É ela quem vem com suas diversas carências, frustrações, mimos. E é uma criança confusa, desorganizada, que adora um conflito. Uma criança que AMA atenção mas como toda criança que exige atenção demais, cansa, chateia, irrita. O problema é que essa criança não cresce. E pior: volta e meia, quando não sempre, resolve viver a minha vida por mim. Não preciso explicar o que é uma vida dirigida por uma criança assim não é? (risos). Um desastre. 
Mas tenho fé que aqui vou aprender a não deixa-la tão a vontade, no comando, decidindo, pensando e falando por mim. 
E quando essa criança encontra outra igual??? (risos). E resolve casar e "brincar" de casinha ?? Depois de alguns anos é só bico e birra. Coisas de criança que apronta, de criança mimada. Não podia dar certo. Não podia dar certo??? Olha, acho que podia sim. Um dos dois perde a identificação com a criança e cresce, passando a dirigir sua própria vida com maturidade e sabedoria. 
Mas e se a "outra criança" não crescer? Aí sim a necessidade de se abrir para o novo, saindo da terrível zona de conforto. Haja coragem para enfrentar padrões e deixar essa criança sentada no chão, chorando até não aguentar mais. Dói, irrita, mas é necessário. Quem sabe ela cansa???
Aproveitando caro amigo. Pode me explicar melhor a frase:

- "Primeiro você precisa se permitir esta abertura, sem tentar negociar o como fazer isso com Deus".


Gratidão.

Elusa


Olá amigo Marcus,


Permita-me colocar a colher nesta conversa, respondendo-lhe seu último questionamento.

Peço que antes de tudo que respire várias vezes com consciência, abrindo espaços em seu coração.

A abertura do seu coração se dá quando a entrega é TOTAL, sem resistências.  Você não encontra mais espaços para tensões, medos diversos, fantasias, pensar com uma mente inconsciente que mente, passado, antecipações, questionamentos; enfim no AMOR sublime que é  a abertura plena, seu único e intransferível Poder da Presença sempre alerta, consciente do Agora.  Nada lhe incomoda e tudo que chega a ti é na Paz.  No Agora você está presente na plenitude do seu Ser, em todas as partículas dos seus corpos; ou seja, Você é verdadeiramente Você. E neste estado abençoado do Ser que já É Você, o retorno de Deus é certo.

Observe atentamente com Amor, desconhecendo o porque, para que, como, quando, onde ... as situações acontecem. Simplesmente se abra, numa entrega plena. Permita que Deus aja em ti, por ti, nesta comunhão, sem esperas num tempo X que sua mente racional pré determina. E aí, veja as respostas e o bem acontecer.

Paz do Ser, te amo!

http://elusapaz.blogspot.com.br/

Admin


Admin
Marcus, 


Mas e se a "outra criança" não crescer? Aí sim a necessidade de se abrir para o novo, saindo da terrível zona de conforto. Haja coragem para enfrentar padrões e deixar essa criança sentada no chão, chorando até não aguentar mais. Dói, irrita, mas é necessário. Quem sabe ela cansa???
Aproveitando caro amigo. Pode me explicar melhor a frase:

- "Primeiro você precisa se permitir esta abertura, sem tentar negociar o como fazer isso com Deus".

A "criança" não cresce porque você não permite, você a sustenta. Toda a tua argumentação parte do programa com o qual estás identificado. Não é uma questão de "coragem", de conceitos e explicações, e sim de consciência de que existe esta identificação. Você só vai entender a frase final a partir do momento que pela consciência parar de tentar se consertar e buscar significados para se justificar.

http://hooponopono.forumbrasil.net

marcus1970


É isso mesmo Elusa e Al, amados amigos despertadores. Através das intervenções do divino que habita em vocês tenho a fé absoluta de que vou me aquietar e aguçar a percepção do meu Ser, não das memórias que insistem em estar no comando.
Meu Ser não aquieta devido aos intensos apelos da Mente, que mente continuamente e descaradamente, rs. 
Quando me vejo diante de uma situação incômoda, a mente já treinada para isso e condicionada, começa a trabalhar de forma extenuante como que em desespero, buscando soluções, curas, através de técnicas, livros, palestras, etc, etc. E eu ainda identificado com ela, vou atrás, acreditando nela como um ser divino. E mais entulho, mais distrações, mais alimento para que "ela" continue forte e no comando. 
Me aquietar é entender que esses apelos não me trazem paz, só me trazem mais confusão. Perceber isso que vocês colocaram aqui no fórum, sempre com muita presença e luz, é o caminho. Simplesmente me aquietar. Observar os apelos, mas não segui-los. A tão comentada não ação comentada pelo Buda. Tentar por exemplo não reagir, dar um tempo entre o apelo e ação, quantas vezes forem necessárias, mas não na forma de duelo como erradamente percebi, mas aceitando que é assim que ela se manifesta. Não preciso segui-la mas também não tenho que odiá-la. Apenas saber que ela não determina quem eu sou ou as sensações que passarei a ter. Ela é neutra. Ela fala mas eu posso decidir ouvi-la ou não. Fazer uma escolha: Paz, felicidade ou bem Estar (desidentificação) ou Tumulto, tristeza e desespero (acreditar, se identificar, seguir).
Grato amigos. Vocês não desistem de acender a chama. São pacientes. Sou grato por isso.

Admin


Admin
Sim Marcus, descreveste toda apostila, sua teoria e didática, de forma clara e sucinta. 


Fazer uma escolha: Paz, felicidade ou bem Estar (desidentificação) ou Tumulto, tristeza e desespero (acreditar, se identificar, seguir).

Mas agora que mostraste que tens o entendimento intelectual da coisa, porque ainda não fez a escolha? 


Quem é que vai dar esta resposta?  Very Happy

http://hooponopono.forumbrasil.net

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum